quinta-feira, 6 de novembro de 2008

EXCUSE ME




"Perdoe-me"

Você, uma balsa num mundo perdido de sonhos
Uma mística criadora de esquemas
Emocionalmente no meu interior
Eu, nada mais que um grão de areia
E perdido na praia do seu território
Incapaz de entender

Refrão:
Quando você está perto
A realidade perde o poder
E solitárias, as lágrimas molham minh'alma
Mas o que acontece dentro da sua cabeça?
E aonde quer que eu vá
Aquela fantasia nos traz de volta
Realmente não pode ser tão ruim
Deixá-la fazer as pessoas (felizes uma vez)
Amor, as chances são tão poucas
Perdoe-me pelas coisas estranhas que faço
Estou me afogando num oceano de você

Refrão

Um comentário:

marta disse...

Amiga vindo de vc só poderia se esperar coisas sensíveis, assim como esta natureza maravilhosa que DEUS por infinita bondade dispensou a este ser lindo que é vc, cada dia mais me orgulho de ter uma amiga como vc,BJS!!!